Presos fogem da Cadeia Pública de Cambé

Por Redação 27/12/2017 - 12:24 hs
Foto: Reprodução/RPC

Cerca de 30 presos conseguiram fugir da Cadeia Pública de Cambé, na região dos Campos Gerais do Paraná. A fuga foi na madrugada desta quarta-feira (27). Foi através de um buraco no teto da carceragem que os detentos conseguiram escapar.

Policiais que estavam de plantão chegaram a atirar para tentar conter os fugitivos. Alguns presos atearam fogo em colchões. O incêndio se alastrou para outras celas e chegou a deixar detentos feridos. O fogo só foi contido com o trabalho do Corpo de Bombeiros.

Outras duas fugas já foram registradas neste ano na Cadeia de Cambé. No dia 28 de maio, 31 presos escaparam por um túnel. No dia 12 de outubro, 15 homens conseguiram escapar depois de passar por um buraco na parede e pular o muro.

Ontem (terça, 26), um motim foi registrado na Cadeia de Castro, também região dos Campos Gerais. Um agente foi feito refém e liberado no começo da tarde. Antes de ontem (segunda), a rebelião foi em Maringá, onde detentas chegaram a fazer uma agente carcerária como refém durante todo o dia.

A mulher chegou a ser agredida. A carceragem da Delegacia de Maringá tem capacidade para 20 pessoas, mas estava com 115 quando se iniciou o tumulto.