magalu
uol

'Temos que nos concentrar em uma união nacional', diz Toffoli

Presidente do STF participou de videoconferência na qual abordou crise do coronavírus e papel do Judiciário. Toffoli também disse pessoas não devem se [...]

Por Redação em 05/04/2020 às 14:57:56

Presidente do STF participou de videoconferência na qual abordou crise do coronavírus e papel do Judiciário. Toffoli também disse pessoas não devem se perder em 'polêmicas retóricas'. Ministro Dias Toffoli, presidente do STF, durante videoconferência neste sábado (4)

Reprodução/YouTube

O ministro Dias Toffoli, presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), afirmou neste sábado (4) que o momento é de "união nacional".

Toffoli deu a declaração ao participar de uma videoconferência na qual abordou a crise provocada pelo avanço do novo coronavírus e o papel do Poder Judiciário em meio à crise.

"Nós temos que nos concentrar em uma união nacional para pensar o momento atual que estamos vivendo, continuar com o funcionamento essencial do sistema democrático, as instituições, o Congresso, Executivo, Legislativo, Judiciário, o sistema de Justiça, as funções essenciais de manutenção da sociedade", afirmou o ministro.

Durante a videoconferência, o presidente do STF também afirmou, sem dar exemplos, que as pessoas não devem se perder em "determinadas polêmicas retóricas" que, segundo ele, "são naturais da política".

Na avaliação de Toffoli, os poderes Executivo, Legislativo e Judiciário têm atuado para tentar fazer com que o Brasil supere a atual crise.

"O Executivo, o Legislativo e o Judiciário estão trabalhando nesse sentido. Nós não podemos nos perder em determinadas polêmicas retóricas que às vezes aparecem e que são naturais da política. Fazem parte da política. O que importa é o Estado funcionar no combate àquilo que possa ser um mal à saúde e, outra questão que tenho dito, que é a saída dessa situação. Como vamos retomar a vida, o chamado 'day after', o dia seguinte disso tudo que estamos vivendo", completou.

Para o presidente do STF, o momento atual do país exige "muita serenidade e muita tranquilidade". "A Câmara dos Deputados, o Senado e o Judiciário, penso eu, têm dado a tranquilidade necessária, seja ao Executivo federal, seja a Federação, através de estados e municípios, trazendo tranquilidade e parâmetros necessários para que o Estado funcione da melhor maneira", afirmou.

Fonte: G1

Tags:   G1
magalu 2

Comentários

magalu 3