Famosos Camilla Miguel

Irmã de Rafael Miguel se manifesta após prisão de Paulo Cupertino: "Não sinto alívio"

Camilla Miguel, irmã do ator Rafael Miguel, abriu seu coração e falou como se sente após Paulo Cupertino ser preso. Ele é acusado de matar seu...

Por Redação

17/05/2022 às 16:24:32 - Atualizado há

Camilla Miguel, irmã do ator Rafael Miguel, abriu seu coração e falou como se sente após Paulo Cupertino ser preso. Ele é acusado de matar seu irmão e seus pais, João Alcisio Miguel e Miriam Selma Miguel, a tiros por não aceitar o namoro que a filha, Isabela Tibcherani, teve com o artista. Após o crime, que aconteceu em 2019, Cupertino fugiu e, no ano seguinte, tornou-se o criminoso mais procurado do Estado de São Paulo. A prisão aconteceu na última segunda-feira, 16, e Camilla comentou sobre o assunto. “Estou sendo inundada de mensagens de muitos que há muito tempo se revoltam pela situação que destruiu nossa família. Destruiu nossos laços, segurança e confiança. Uma destruição para muito além da morte em si”, começou escrevendo nos stories do Instagram. A irmã de Rafael agradeceu o apoio das pessoas que estão tentando transmitir “entusiasmo e alívio” nesse momento, algo que ela deixou claro que não sente.

“Não sinto alívio, alegria, nada. Justiça está longe de ser feita e mal sei o que vai acontecer daqui para frente. Não crio expectativas porque passei três anos me frustrando e tendo quase nenhuma notícia de nada”, comentou Camilla. “No máximo, sinto a eterna ansiedade e taquicardia de revisitar memórias e ver imagens que não gosto de ver. Estou em um dia bom, seguindo a estratégia que eu, junto com meu marido, me propus a seguir: muita coisa já foi destruída com isso, o que me resta, eu vou fortalecer ao máximo. Eu quero ir longe, conquistar tudo o que eu quiser e puder para trazer conforto e segurança para os meus filhos e minha irmã enquanto ela precisar e quiser suporte. Quero ser eu, dançar, cantar, ir no show da banda que eu amo bem feliz, trabalhar.”

A irmã do ator de “Chiquititas” disse que a notícia da prisão mexeu com ela, mas enfatizou que não quer “ficar pensando nos outros, ainda mais quando o outro é ruim, destruidor e não tem nenhuma ligação” com ela. “Quero proteger e levar minha família longe, deixar ela viver sem definir quem somos e quem seremos pela crueldade do outro e, sim, nos definir pelo legado que meus pais e irmão deixaram pelos anos que convivemos juntos. É o que eu julgo que merecemos, seguir e sermos felizes e ficarmos em segurança”, concluiu Camilla. Isabela, que é filha de Cupertino, também se manifestou. Ela agradeceu as mensagens de apoio que está recebendo e afirmou que a notícia causou “uma mistura muito grande de sentimentos” e que agora precisa de espaço.

Fonte: Jovem Pan
Comunicar erro

Comentários Comunicar erro

Veja Paraná

© 2022 Veja Brasil Comunicação (Doação para quem gosta do nosso trabalho PIX5543999186653)
Jornalista responsavél Mauricio Santos MTB 0012220/PR

•   Política de Cookies •   Política de Privacidade    •   Contato   •

Veja Paraná