magalu
uol

Covid-19: Brasil se torna país com mais recuperados no mundo, diz universidade

Por Redação em 25/06/2020 às 10:06:44
Foto: Callaghan O'Hare/Reuters

Foto: Callaghan O'Hare/Reuters

O Brasil se tornou o país do mundo com mais recuperados após infec√ß√Ķes pelo novo coronavírus, segundo o painel atualizado em tempo real pela universidade americana Johns Hopkins. O vírus é o causador da Covid-19.

Às 5h desta quinta-feira (hor√°rio de Brasília), a contagem mostra o Brasil à frente dos Estados Unidos no ranking de recuperados: com 660.469 pacientes que j√° eliminaram o vírus, ante 656.161 registrados em território americano.

A lista das na√ß√Ķes com maiores registros de pacientes em alta, após terem testado positivo, segue com Rússia (374.557) e Índia (271.697). Ao todo, o mundo soma no momento 4.753.804 pessoas recuperadas do novo coronavírus, entre casos confirmados, segundo o painel em tempo real da Johns Hopkins.

Os números compilados pela Johns Hopkins s√£o atualizados v√°rias vezes no mesmo dia. Segundo a universidade, os dados v√™m de fontes como a OMS (Organiza√ß√£o Mundial da Saúde) e autoridades de saúde de diferentes países.

Divergências na contagem de recuperados dos EUA

A Johns Hopkins é uma das poucas institui√ß√Ķes que conta nacionalmente o número de recuperados nos Estados Unidos e h√° registros divergentes para esse dado. O site World Meter, que também atualiza dados sobre o vírus em tempo real com levantamento de diversas fontes, d√° um número bem diferente de recuperados: 1.040.608 nos EUA e 649.908 no Brasil.

N√£o h√° informa√ß√Ķes sobre o total de recuperados por país no painel em tempo real da Organiza√ß√£o Mundial de Saúde (OMS) e do CDC, órg√£o do governo americano que divulga dados sobre a doen√ßa.

Em entrevista à CNN em abril, Douglas Donovan, porta-voz da Johns Hopkins, comentou a falta uniformidade nos dados americanos sobre recupera√ß√Ķes, que n√£o s√£o considerados priorit√°rios pelo CDC. Segundo especialistas, esses números podem ser imprecisos.

"N√£o existe um método uniforme para relatar recupera√ß√Ķes nos Estados Unidos. Se isso mudar, o painel refletir√° esses números de acordo", disse Donovan. Ele reconheceu que contagens de recuperados s√£o feitas com "estimativas em nível de país com base em relatórios da mídia local e podem ser substancialmente inferiores ao número real".


Mundo caminha para 10 milh√Ķes de casos e 500 mil mortes

O painel atualizado em tempo real pela universidade Johns Hopkins mostra que o mundo caminha para atingir as marcas de 10 milh√Ķes de casos e 500 mil mortes nos próximos dias.

No momento, j√° foram registradas 9.439.996 mortes em todo o planeta, segundo a Johns Hopkins. Os Estados Unidos lideram essa estatística (com cerca de 2,3 milh√Ķes de casos), seguidos pelo Brasil (1,1 milh√£o), Rússia (613 mil) e Índia (473 mil).

Até aqui, foram contabilizadas 482.914 mortes relacionadas ao vírus. Os países com mais óbitos s√£o, na ordem, os Estados Unidos (cerca de 122 mil), seguidos pelo Brasil (53 mil), Reino Unido (43 mil) e It√°lia (34 mil).

Em todo o mundo, autoridades de saúde acreditam haver uma consider√°vel subnotifica√ß√£o em rela√ß√£o aos casos e óbitos regisrados em decorr√™ncia do vírus, considerado uma pandemia desde mar√ßo pela OMS.

Fonte: CNN Brasil

magalu 2

Coment√°rios

magalu 3