magalu
uol
webhotel

OMS alerta para caso raro de gripe H1N2 no Paraná, com potencial pandêmico

Jovem de anos que contraiu o subtipo do vírus influenza A (H1N2) trabalhava num matadouro de porcos no Paraná. Este é apenas o 26.º caso conhecido do vírus, mas OMS reconhece potencial pandémico.

Por Redação em 11/07/2020 às 09:51:36

A Organização Mundial de Saúde anunciou esta quinta-feira ter detetado um caso raro de gripe A no Brasil. O subtipo do vírus influenza H1N2 foi encontrado numa jovem de 22 anos a 22 de junho deste ano que trabalha num matadouro em Ibiporã, no Paraná. A gripe é transmitida de porcos para seres humanas e é uma das consideradas pela OMS como tendo potencial pandémico.

De acordo com o comunicado da OMS, a jovem desenvolveu sintomas da doença a 12 de abril, começando a receber tratamento médico dois dias depois. Uma amostra da doente foi recolhida a 16 de abril, tendo sido confirmado o raro subtipo de gripe A há cerca de duas semanas pela Fiocruz, instituto de pesquisa no Rio de Janeiro.

O mesmo refere que a doente já recuperou do subtipo de gripe A, tendo sido tratada com oseltamivir. Todos os casos de influenza A (H1N2) são reportados à OMS, por ser uma variante do vírus estritamente monitorizada devido ao seu potencial pandémico.

Até ao momento, foram conhecidos apenas 26 casos de influenza A (H1N2) desde 2005, dois deles no Brasil. O laboratório que detetou o vírus irá agora estudar amostras suspeitas de covid-19 no estado brasileiro do Paraná, para investigar se alguns casos da doença pertencem, afinal, a esta nova variante e gripe.

Todos os 26 casos conhecidos de H1N2 foram causados a partir do contacto próximo com porcos e a grande maioria foi considerado como caso ligeiro. Não existem provas de contágio da doença de pessoa para pessoa.

Fonte: OMS

Comunicar erro
magalu 2

Comentários

magalu 3