magalu
uol
webhotel

Palmeiras não joga bem, mas vence Santo André e avança no Paulistão

O Palmeiras não foi brilhante ao vencer o Santo André por 2 a 0 nesta quarta-feira, no Allianz Parque, mas o resultado construído nos minutos finais foi o bastante [...]

Por Redação em 30/07/2020 às 16:03:55

O Palmeiras não foi brilhante ao vencer o Santo André por 2 a 0 nesta quarta-feira, no Allianz Parque, mas o resultado construído nos minutos finais foi o bastante para carimbar a classificação da equipe às semifinais do Campeonato Paulista, em uma noite em que a zebra já havia aparecido no estadual – o São Paulo perdeu para o Mirassol por 3 a 2, em casa.

Mesmo dominando a bola durante quase jogo, o Verdão encontrou dificuldades para superar o time do ABC. Luxemburgo teve que solucionar um problema no setor de criação e mudar as peças ao longo da partida para incomodar o adversário, e transformar a superioridade nas estatísticas na vitória.

O jogo

O Palmeiras veio a campo com uma proposta muito mais ofensiva, como era de se esperar, contra um Santo André desfalcado, que sofreu com a perda de jogadores após a paralisação causada pela pandemia. Luxemburgo optou por uma formação com três volantes e três atacantes, com uma marcação alta, sem deixar espaços para o contragolpe.

O time chegou ter mais de 70% de posse de bola, mas não conseguiu transformar o domínio em oportunidades claras de gol. Rony pouco aparecia, e as poucas chances vieram com lances trabalhados por Willian e Gabriel Menino. Na metade do primeiro tempo, o Santo Andre começou a se soltar em campo. As chances mais claras de gol foram do time do ABC.

Apesar de ser pouco exigido, o goleiro Ivan fez duas defesas importantes. Aos 27, após uma bola enfiada por Gabriel Menino para Willian, ele saiu com consciência para tocar na bola e tirar do atacante. Na sobra, Rony tentou finalizar e ele tirou com os pés.

Já no fim da primeira etapa, Branquinho deixou Felipe Melo para trás e finalizou na melhor chance do Santo André. Weverton defendeu, e, na sobra, Gustavo Gómez evitou uma nova oportunidade.

Resultado nos minutos finais

No intervalo, Gabriel Menino e Rony deram lugar a Scarpa e Lucas Lima, em uma tentativa de corrigir a criação pouco eficiente do Verdão. O Palmeiras continuou com a bola nos pés, finalizando com mais perigo que na primeira etapa. Aos 9, Willian recebeu um bom passe de Scarpa, que o deixou na cara do goleiro Ivan. Ele não conseguiu dominar a bola, e o bandeira sinalizou o impedimento. Aos 11 minutos, Lucas Lima teve boa chance em jogada de Diogo Barbosa, mas finalizou mal.

Luxa também sacou Ramires e colocou Luan na zaga, liberando Felipe Melo para reforçar o meio, mas o Santo André se reajustou rapidamente na defesa e manteve a retranca em bom funcionamento. O Palmeiras voltava a apostar nas ligações diretas.

O jogo já se encaminhava para os pênaltis quando o Palmeiras, enfim, inaugurou o placar. Em escanteio cobrado por Lucas Lima aos 43 minutos, Felipe Melo acertou de cabeça. A bola desviou no zagueiro Rodrigo e enganou Ivan. Nos acréscimos, aos 48, Luiz Adriano recebeu lançamento, dominou no peito e abriu para Zé Rafael, substituto de Willian. Ele chutou forte para a defesa do goleiro Ivan. Marcos Rocha pegou o rebote, e marcou o segundo para garantir a classificação.

Depois do Mirassol, que venceu o São Paulo por 3 a 2 no Morumbi, o Palmeiras é o segundo time a se classificar às semifinais do Paulistão. Os times agora agora aguardam os resultados entre Bragantino x Corinthians e Santos x Ponte Preta, que se enfrentam nesta quinta-feira.

FICHA TÉCNICA:

PALMEIRAS 2 x 0 SANTO ANDRÉ

PALMEIRAS – Weverton; Marcos Rocha, Felipe Melo, Gustavo Gómez e Diogo Barbosa; Patrick de Paula (Bruno Henrique), Gabriel Menino (Lucas Lima), Ramires (Luan); Willian (Zé Rafael), Rony (Gustavo Scarpa) e Luiz Adriano. Técnico: Vanderlei Luxemburgo.

SANTO ANDRÉ – Ivan; Buiú, Rodrigo, Willian Goiano e Marlon; Nando Carandina, Vitinho (Rafhael Lucas), Rondinelly (Fernandinho) e Branquinho (Jocinei); Ramon (Rodrigo Yuri) e Douglas Baggio (Julinho). Técnico: Paulo Roberto Santos.

GOLS – Felipe Melo, aos 43, e Marcos Rocha, aos 48 minutos do segundo tempo.

CARTÕES AMARELOS – Rony, Ramon, Gabriel Menino, Rafhael Lucas, Felipe Melo.

ÁRBITRO – Luiz Flávio de Oliveira.

RENDA E PÚBLICO – Jogo sem torcida.

LOCAL – Allianz Parque, em São Paulo (SP).

Fonte: JP

magalu 2

Comentários

magalu 3