magalu
uol

Prefeitura investiga suspeita de 2ª morte por contaminação de cerveja

Ministério da Agricultura determinou que a Backer retire de circulação todas as cervejas e chopes produzidos desde outubro de 2019 até o dia de ontem - [...]

Por Redação em 14/01/2020 às 17:51:47

Ministério da Agricultura determinou que a Backer retire de circulação todas as cervejas e chopes produzidos desde outubro de 2019 até o dia de ontem - Divulgação/Backer cervejaria

Cervejaria Backer

Desde que as suspeitas de contaminação das cervejas Belorizontina vieram a público, a cervejaria Backer afirma que não utiliza dietilenoglicol em sua fábrica. Em nota divulgada nesta segunda-feira (13), a Backer promete prestar a ajuda necessária aos pacientes e suas famílias.

"A empresa prestará o suporte necessário, mesmo antes de qualquer conclusão sobre o episódio. Desde já, se coloca à disposição para o que eles precisarem", informa a cervejaria, que garantiu colaborar, "sem restrições", com as investigações. A empresa também informouque está tomando as medidas necessárias à apuração do que aconteceu. "Na semana passada, solicitamos uma perícia independente e aguardamos pelos resultados."

Ministério da Agricultura

Ontem o Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento determinou que a Cervejaria Backer retire de circulação todas as suas cervejas e chopes produzidos desde outubro do ano passado até ontem (13). A suspensão da venda se manterá até que fique assegurado que os outros produtos da Backer não estão contaminados. "A medida é para preservar a saúde dos consumidores", informou o ministério.

Investigação

A Polícia Civil não descarta nenhuma hipótese, nem mesmo a suspeita de que um ex-funcionário demitido pela Backer possa ter agido por vingança. "Não posso afirmar se foi uma sabotagem ou um erro. Ainda não é o momento da investigação para isso", disse o delegado Flávio Grossi. "Hoje, o que afirmamos é que os elementos tóxicos encontrados nas garrafas [de cerveja], no sangue das vítimas e dentro das empresas [provém] de produtos em comum. Crime acreditamos que houve. Por isto instauramos um inquérito policial", disse o delegado.

Fonte: Agência Brasil

magalu 2

Comentários

magalu 3