div data-mvc-banner="leaderboard">

√"rg√£o respons√°vel pelo Enem posta mensagem com erro de portugu√™s e depois apaga

Perfil do Inep afirmou que número de 'vizualiza√ß√Ķes' das notas do Enem j√° havia ultrapassado marca de 2,5 milh√Ķes. No dia 8, ministro da Educa√ß√£o disse que um fato

Por Redação em 18/01/2020 às 14:22:52


Perfil do Inep afirmou que número de 'vizualiza√ß√Ķes' das notas do Enem j√° havia ultrapassado marca de 2,5 milh√Ķes. No dia 8, ministro da Educa√ß√£o disse que um fato era 'imprecionante'. Mensagem publicada pelo Inep em uma rede social com a palavra visualiza√ß√Ķes escrita 'vizualiza√ß√Ķes'

Reprodução/Twitter

O perfil do Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep) no Twitter cometeu um erro de português nesta sexta-feira (17) ao informar que o número de "vizualiza√ß√Ķes" das notas do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) j√° havia ultrapassado a marca de 2,5 milh√Ķes.

Vinculado ao Ministério da Educa√ß√£o, o Inep é o respons√°vel pelo Enem. Após a publica√ß√£o, a mensagem foi apagada, e uma nova mensagem foi postada com a palavra escrita da maneira correta, isto é, visualiza√ß√Ķes.

O G1 procurou o Inep e aguardava resposta até a última atualiza√ß√£o desta reportagem.

Mais cedo, nesta sexta-feira, o ministro da Educação, Abraham Weintraub, e o presidente do Inep, Alexandre Lopes, apresentaram os resultados do Enem de 2019.

'Imprecionante'

No último dia 8, Weintraub publicou uma mensagem também em uma rede social afirmando que um fato era "imprecionante".

Ele redigiu a palavra impressionante de maneira incorreta ao enviar uma mensagem ao deputado Eduardo Bolsonaro (PSL-SP), filho do presidente Jair Bolsonaro.

Após a mensagem ter sido publicada, diversos usu√°rios da rede social responderam, informando a ele o erro. A publica√ß√£o foi apagada posteriormente.

Weintraub também j√° escreveu "paraliza√ß√£o" e "suspen√ß√£o". As palavras corretas s√£o paralisa√ß√£o e suspens√£o.

Fonte: G1

Tags:   G1
magalu 2

Coment√°rios

magalu 3