magalu
uol

Corpo encontrado em chácara é de jovem que desapareceu após sair com amigo

Por Redação em 21/01/2020 às 09:39:34

"Não sei o que aconteceu, pois ela saiu para se encontrar com um amigo, que vivia aqui em casa atrás dela. Falei com a mãe dele e ela me disse que a Layane estava em outro lugar com outra pessoa, entretanto, algumas pessoas aqui da região disseram que ela não estava lá", relatou a mãe.

Ao procurar o amigo de Layane, a mãe dele disse à Inês que ele estava dormindo. "Ela também me contou que ele mencionava que sentia vontade de se matar. Eu ainda falei para a Layane não fazer o menino se apaixonar por ela e depois, se ela não quisesse ficar com ele, poderia dar problema. Mas ela dizia gostava dele, que era boa gente", contou.

A mãe da jovem quer saber quem fez isso com a filha, que era estudante de Ciências Contábeis em São José dos Pinhais. "Estava planejando o futuro dela. Já perdi uma filha em um acidente e agora outra, imagina como estou. Era uma menina boa, de um coração enorme, tinha muitas amizades. Quero saber quem fez isso, não dá pra deixar mais jovens morrer", lamentou.

O padrinho de Layane, Emerson Silva Magalhães, disse que o menino seria namorado da jovem e estaria na companhia dela. "Até então não tínhamos procurado ela na casa dele, pois o namoro era recente, não tínhamos contato, nem endereço. Recebemos informações de que ela foi vista por último com o namorado, no Jardim Aviação", descreveu.

Sinais de violência sexual

De acordo com o tenente Reginaldo Cason, do 17º Batalhão da Polícia Militar (PM), ao que tudo indica, a vítima foi morta na noite de domingo (19). "Ela estava seminua e provavelmente foi abusada. É um crime bastante bárbaro e encontramos até mesmo marcas de queimaduras", descreveu.

A jovem estava dentro de uma chácara cercada por várias residências da Avenida Rui Barbosa. A polícia acredita que ela tenha sido arrastada para o local.

O corpo de Layane será encaminhado ao Instituto Médico Legal (IML).

O delegado Michel Carvalho, da Delegacia de São José dos Pinhais, conta que havia indícios de crime sexual e informou que o caso foi repassado à Delegacia da Mulher do município.

magalu 2

Comentários

magalu 3