magalu
uol
webhotel

Hospital Zona Sul de Londrina tem pronto-socorro ampliado

PS ganhou mais 100 metros quadrados para acolher os pacientes, proporcionando leitos separados, assistência humanizada, privacidade, climatização, espaço para a administração de medicamentos e sanitários exclusivos para o público.

Por Redação em 27/03/2021 às 11:57:13

O Hospital Zona Sul de Londrina (Hospital Dr. Eulalino Ignácio de Andrade/HZSL), que faz parte da rede de unidades próprias do Estado, passou por reforma e adequação para melhoria do atendimento aos pacientes que buscam pelos primeiros cuidados no pronto-socorro (PS). Uma sala que era ocupada pelo setor administrativo foi realocada para dar mais espaço ao PS, ampliando a área em 100 metros quadrados. A reforma somou R$ 40 mil, incluindo a ampliação da rede de oxigênio e gás comprimido, materiais de construção e móveis.

"Inicialmente, pode parecer uma obra pequena, mas neste momento em que a crise provocada pela pandemia é gravíssima e ocupa leitos em todas as instituições, houve um olhar de respeito e atenção redobrada dos gestores e servidores do hospital percebendo que a readequação desta sala desafogaria a situação de macas no corredor do pronto-socorro no período em que o paciente está em observação. Assim que a Sesa recebeu este pedido do hospital a reforma foi autorizada", disse o secretário estadual da Saúde, Beto Preto.

"É desta forma que o Governo do Estado promove a melhoria da saúde em todos os municípios. Realizamos obras de grande porte como a abertura de três hospitais regionais, em Ivaiporã, Guarapuava e Telêmaco Borba, como ativação de mais de 4 mil leitos exclusivos para Covid-19 em todas as regiões e, por outro lado, também executamos simples readequações como esta do Hospital de Londrina, mas com enorme resultado para o usuário do sistema. São pequenas e grandes obras que retratam a meta da Sesa e do Governo do Estado de regionalizar os serviços de Saúde", destacou Beto Preto.

O novo espaço passou a ter mais 100 metros quadrados para acolher as pessoas que estão recebendo cuidados médicos no pronto-socorro, proporcionando leitos separados, assistência humanizada, privacidade, climatização, poltronas reclináveis para os acompanhantes, espaço para a administração de medicamentos e sanitários exclusivos para os pacientes.

Em 2021, o pronto-socorro do HZSL já fez mais de 5 mil atendimentos, incluindo casos de Covid-19. "Com a pandemia, alguns ambientes tiveram de ser readequados para que o aumento exponencial do número de casos suspeitos ou confirmados da doença pudessem ser absorvidos, o que, trouxe enormes desafios à manutenção da assistência aos pacientes não acometidos pela pandemia", explicou o diretor do HZS, Geraldo Junior Guilherme. "Mas nossa equipe multidisciplinar não está medindo esforços para alcançar o pleno restabelecimento da saúde de todos aqueles que buscam ajuda na instituição", acrescentou o diretor.

COVID-19 - O Hospital Universitário continua sendo de referência para atendimento aos pacientes com Covid-19 na Região Norte. Desde o início de março, como apoio à rede estadual, os hospitais Zona Sul e Zona Norte de Londrina tiveram leitos clínicos abertos para o atendimento exclusivo.

O Hospital da Zona Norte teve 50 leitos clínicos ativados para atendimento Covid-19 e o Hospital da Zona Sul teve 30 leitos na mesma categoria.

Por Redação
Comunicar erro
magalu 2

Comentários

magalu 3