magalu

Polícia mira líderes de igreja envolvidos em trabalho escravo infantil

A Polícia Civil do Paraná (PCPR) cumpre nesta sexta-feira (23) seis ordens judiciais contra a família de líderes religiosos envolvidos no aliciamento de crianças e adolescentes com intuito de submetê-las ao trabalho escravo. Ao menos cinco crianças foram vítimas dos indivíduos.

Por Redação em 23/07/2021 às 13:32:37
Divulgação PCPR

Divulgação PCPR

A a√ß√£o ocorre em Maring√°, no Norte do Estado, com objetivo de cumprir tr√™s mandados de pris√£o preventiva e tr√™s de busca e apreens√£o. A opera√ß√£o conta com o apoio da Vigil√Ęncia Sanit√°ria e do Conselho Tutelar.

Crime

Os alvos da opera√ß√£o s√£o pai, m√£e e filho. Os tr√™s s√£o líderes religiosos e comandavam a venda de pizzas feitas em uma igreja, em Maring√° e cidades da regi√£o. O trio atraia as crian√ßas e adolescentes afirmando que a a√ß√£o seria uma obra divina e que o dinheiro seria doado para crian√ßas com c√Ęncer.

Após o aliciamento, os menores eram submetidos ao trabalho for√ßado, em jornada excessiva. Os suspeitos ainda obrigavam as crian√ßas a prestar contas relacionadas às vendas, por meio de amea√ßas e agress√Ķes físicas e verbais.

Uma das vítimas, de 13 anos, foi tirada da casa dos pais para trabalhar como empregada doméstica na casa da família de pastores. Os pais que tentavam contestar os métodos do grupo também eram agredidos e amea√ßados.


Comunicar erro
magalu 2

Coment√°rios

magalu 3