Paraná tem baixa adesão à vacina de HPV

Por Redação 03/11/2017 - 19:02 hs
Foto: Arquivo Veja Paraná

Apenas 20% da população paranaense recebeu a segunda dose da vacina contra o HPV. De acordo com o Governo do Estado, a primeira dose teve, em média, 40% de adesão em todo o Paraná. A imunização é dividida em duas aplicações que devem ser recebidas em um intervalo de seis meses.

Segundo a Secretaria da Saúde, crianças e adolescentes que já receberam a primeira dose podem completar o esquema vacinal, mesmo que já tenha passado o período de seis meses. De acordo com o chefe do Centro estadual de Epidemiologia, João Luís Crivellaro, com as duas doses, a eficácia da vacina é 98%. No entanto, a adesão à campanha no estado ainda é pequena.

A vacina protege as mulheres contra o terceiro câncer mais frequente no Brasil, o de útero. Já para os homens, a cobertura vacinal evita cânceres de garganta, pênis e ânus. Os pacientes com HIV/Aids, oncológicos e transplantados de nove a 26 anos também devem se vacinar. Porém, são indicadas três doses da vacina para esse público. De acordo com João Luís Crivellaro, a baixa adesão ao esquema vacinal é a falta de conhecimento da população.

De acordo com a Secretaria de Saúde, a vacina está disponível em mais de duas mil unidades de saúde de todo o Estado para meninas de nove a 14 anos e para meninos de 11 a 14 anos.