Famosos atriz

Atriz portuguesa diz que Globo a cortou do elenco de "Travessia" por apoiar Bolsonaro

A atriz portuguesa Maria Vieira está acusando a Globo de cortá-la do elenco da novela “Travessia”, trama que vai substituir “Pantanal” na...

Por Redação

22/06/2022 às 09:14:40 - Atualizado há

A atriz portuguesa Maria Vieira está acusando a Globo de cortá-la do elenco da novela “Travessia”, trama que vai substituir “Pantanal” na faixa das 21h, por causa das suas opiniões políticas. Segundo a artista, ela está sendo “ alvo de perseguição, de discriminação e de cancelamento por parte do sistema que regula e domina as contratações” no mundo artístico. No relato que fez nas redes sociais, Maria disse que no início de maio foi procurada por uma produtora da Globo, que a chamou para participar da novela de Glória Perez. A ponte aconteceu porque a trama será dirigida por Mauro Mendonça Filho, que trabalhou com a atriz na primeira novela que ela fez na Globo, “Negócio da China” (2008/2009). “É claro que eu aceitei de imediato porque o projeto me pareceu interessante, porque tenho uma grande admiração pelo Mauro Mendonça e pela Glória Perez e porque, como todos sabem, eu amo o Brasil e adoro viver e trabalhar por lá”, comentou.

A produtora que entrou em contato com a artista teria ficado responsável por dar início ao processo para a obtenção do visto de trabalho no consulado brasileiro. “Os dias passaram e voltei a entrar em contato a produtora da Globo para obter alguns esclarecimentos, mas como notei alguma displicência da parte da mesma resolvi entrar em contato com o Mauro Mendonça Filho.” Segundo a atriz, o diretor disse que ela foi, sim, sua primeira opção, mas a emissora optou por escalar outra atriz para a personagem. Maria falou que não sabe se a SIC, emissora portuguesa, tentou “travar” sua contratação como ela alega que já aconteceu no passado, mas disse que acredita que o fato dela ser “uma atriz conservadora, de direita e apoiadora do presidente Jair Bolsonaro” foi o que a afastou do elenco de “Travessia”. “Resolvi denunciar esta situação porque a perseguição e o cancelamento profissional que me são movidos se vêm adensando a cada dia”, afirmou. “Não hesitei em trazer o caso a público porque é fundamental que o público saiba o que está se passando no mundo artístico.” A Jovem Pan entrou em contato com a Globo, mas ainda não obteve retorno.

Fonte: Jovem Pan
Comunicar erro
Veja Paraná

© 2022 Veja Brasil Comunicação (Doação para quem gosta do nosso trabalho PIX5543999186653)
Jornalista responsavél Mauricio Santos MTB 0012220/PR

•   Política de Cookies •   Política de Privacidade    •   Contato   •

Veja Paraná