Política Funai

Governo exonera 43 ocupantes de cargos de comando da Funai

O governo federal destituiu 43 ocupantes de cargos de comando da Fundação Nacional dos Povos Indígenas (Funai). As 38...

Por Redação

24/01/2023 às 16:19:22 - Atualizado h√°

O governo federal destituiu 43 ocupantes de cargos de comando da Funda√ß√£o Nacional dos Povos Ind√≠genas (Funai). As 38 exonera√ß√Ķes e cinco dispensas atingem coordenadores nacionais e regionais; assessores; o corregedor Aurisan Souza de Santana e o diretor do Museu do √ćndio, Giovani Souza Filho.

Assinadas pelo ministro-chefe da Casa Civil, Rui Costa, as portarias foram publicadas em uma edição extra do Diário Oficial da União de ontem (23).

Na mesma segunda-feira, o governo federal exonerou os respons√°veis por comandar as equipes de 11 dos 34 distritos sanit√°rios especiais ind√≠genas (Dsei), subordinados ao Ministério da Sa√ļde.

Ao ser consultado, ontem, o Ministério da Sa√ļde informou que as substitui√ß√Ķes fazem parte do "processo natural da transi√ß√£o de governo" – quando quase a totalidade dos ocupantes dos chamados cargos de confian√ßa s√£o substitu√≠dos por outras pessoas – n√£o comprometendo o trabalho de assist√™ncia à popula√ß√£o ind√≠gena.

A Funai, antes vinculada ao Ministério da Justi√ßa e Seguran√ßa P√ļblica, agora est√° subordinada ao Ministério dos Povos Ind√≠genas, pasta criada este ano, pelo governo Lula.

Fonte: Agência Brasil, em Veja Paraná
Comunicar erro

Coment√°rios Comunicar erro

Veja Paraná

© 2023 Veja Paraná - Todos os direitos reservados.
Jornalista Responsável Mauricio Santos // [email protected]

•   Política de Cookies •   Política de Privacidade    •   Contato   •

Veja Paraná